top of page
pexels-sadi-gökpınar-15094639_edited_edited_edited.jpg

QUEM SÃO ELES

Pessoas em situação de rua são pequeninos, perdidos e necessitados aos olhos de Deus. Eles são frutos de lares e famílias desestruturadas e, muitas vezes, com rompimentos devidos a crises e conflitos existenciais. Tais situações levam essas pessoas a tomar decisões com sérias consequências, de forma que se tornam pessoas profundamente magoadas, isoladas e desprezadas. 

 

Depois de algum tempo já nas ruas, passam a ser discriminadas e excluídas pela sociedade. Nesse período, há uma tendência em se sentirem profundamente deprimidas. Muitos procuram a solução alternativas,  tornando-se pessoas oprimidas, possessas e finalmente escravizadas pelos vícios, dominadas pelos poderes das trevas.  É bom lembrar que uma grande porcentagem dessas pessoas tem como origem uma família evangélica e conhecem a Bíblia Sagrada.

pexels-matheus-natan-2449231 (1)_edited.jpg

O Distrito Federal possui cerca de 2.938 moradores de rua, segundo a Companhia de Planejamento, a partir de pesquisa realizada no ano de 2021.

"Entre os entrevistados, 46,3% afirmaram morar nas ruas há pelo menos cinco anos, sendo que 29,2% estão há mais de uma década nessa situação. Os outros 49,6% dos entrevistados não têm moradia há menos de cinco anos. Dessa porcentagem, 38,2% disseram ter ido para as ruas durante a pandemia da Covid-19".

bottom of page